02/07/2012

A Polícia Civil do Paraná, por meio do Serviço de Investigações de Crianças Desaparecidas (Sicride) divulgou o retrato falado de duas mulheres suspeitas de envolvimento no desaparecimento da garota Stefani Vitória Rochinski, de 10 anos, em maio deste ano, na cidade de Porto Amazonas. Segundo a Agência Estadual de Notícias, os retratos são baseados no depoimento de uma moradora do município de Palmeira (Campos Gerais) que procurou o Sicride no início de junho. Ela contou que estava parada com seu veículo na estrada da Acelpa, na Colônia Quero Quero, quando viu um veículo Ford/Focus, de cor preta, parado no acostamento na contramão. 

A testemunha disse que viu uma mulher morena, de cabelos escuros, ao lado do veículo usando o telefone celular. Em seguida, outro carro – um Hyundai/I30, de cor bege – encostou ao lado. Segundo o relato, a mulher morena foi até o Hyundai e pegou uma menina de cabelo loiro que aparentava ser Stefani. 

A testemunha disse que a criança abraçou a mulher e parecia estar calma. Ela teria entrado no veículo preto, que seguiu no sentido da cidade de Irati. Acrescentou ainda que a mulher que estava no carro bege era loira, de rosto cheio e cabelos curtos e ondulados. 

Divulgação 

A polícia localizou também outra testemunha que disse ter visto um carro bege circulando pela cidade nos dias que antecederam o desaparecimento de Stefani. Ela fez uma descrição da motorista semelhante à da primeiro testemunha – loira de cabelos curtos. Diante da possibilidade de se tratar da mesma pessoa, o perito responsável pelo setor de retrato falado do Sicride, Diego Pires, elaborou os dois retratos falados para auxiliar nas investigações. 

Informações que possam contribuir para esclarecer o caso devem ser encaminhadas para o Sicride pelo telefone (41) 3224-6822, que funciona 24 horas por dia 



FONTE>>http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-3--1386-20120629

Nenhum comentário:

Postar um comentário