26/10/2012

FAMILIA RECONHECE ROUPAS E POLICIA CONFIRMA QUE O CORPO É DA MENINA

Menina foi encontrada morta às margens de um rio em Bom Sucesso (MG).
Sumiço desde terça-feira (16) mobilizou cidade de 17 mil habitantes.

A Polícia Civil confirmou que o corpo encontrado na manhã desta segunda-feira (22) em Bom Sucesso (MG) é da menina Camila Graziele Santos Vitoriano, de 5 anos, que desapareceu na terça-feira (16). A família da menina já reconheceu as roupas que ela usava no dia em que desapareceu. O corpo foi encontrado com perfurações, mas a polícia ainda não diz qual objeto teria provocado os ferimentos. Também há indícios de que a menina tenha sido abusada sexualmente.

Ainda conforme a polícia, um suspeito foi detido no final da manhã em Ijaci (MG). Ele seria o namorado da mulher que já havia sido presa antes suspeita de envolvimento no crime.

O corpo da menina foi encontrado por policiais às margens de um rio, dentro de um saco de batatas. O local fica próximo à casa onde a menina morava. Até então, a polícia suspeitava que a menina havia sido sequestrada. As hipóteses mais prováveis eram de tráfico de crianças, transplante de órgãos, trabalho escravo ou adoção ilegal.


Corpo de criança foi encontrado dentro de um saco em Bom Sucesso. (Foto: Reprodução EPTV / Devanir Gino)

Moradores da pequena cidade de pouco mais de 17 mil habitantes se mobilizaram espalhando cartazes com a foto da menina pelo comércio da cidade e nas redes sociais. Apesar da suspeita de que a menina tivesse sido sequestrada, a polícia concentrava as buscas pela zona rural do município.


Suspeita

Uma mulher de 25 anos chegou a ser presa na quinta-feira (18) suspeita de envolvimento no desaparecimento da criança. Segundo a polícia, testemunhas disseram que a mulher foi vista com a menina em uma estrada da zona rural. No sábado (20), a polícia revelou que no momento da prisão, a suspeita chegou a engolir um maço de dinheiro. Desde então, a polícia passou a tratar o caso como sequestro. A polícia investigava hipóteses como tráfico de crianças, adoção ilegal, trabalho escravo e exploração sexual.

A suspeita é usuária de drogas e já tem passagens pela polícia por tráfico e furtos. Ela está grávida e segundo testemunhas, havia doado outros cinco filhos que teve anteriormente. Durante a tarde de sábado (20), a polícia fez buscas na casa onde ela morava, mas nada foi encontrado.

Moradores colam cartazes da menina no comércio da cidade. (Foto: Reprodução EPTV)


Vista em Nazareno

Havia a suspeita de que a menina teria sido vista na cidade de Nazareno (MG), segundo a delegada da Divisão de Pessoas Desaparecidas de Belo Horizonte, Cristina Coelli. O município fica entre Bom Sucesso e São João Del Rei (MG). “A última notícia que recebemos é de que a menina teria sido avistada em Nazareno e posteriormente a caminho de São João Del Rei”, informou a delegada nesta sexta-feira (19).

Menina desapareceu enquanto brincava na porta
e casa. (Foto: Divulgação)

De acordo com a delegada Cristina, chegou a ser emitido um alerta para todos os aeroportos e portos internacionais do país para que a criança fosse identificada em qualquer tentativa de embarque. A polícia chegou a levantar a hipótese de que o crime estaria relacionado com o tráfico internacional de c
rianças.


O caso

Camila Graziele Santos Vitoriano foi vista pela última vez em frente a sua casa, no bairro Palmeiras, por volta de 12h30 de terça-feira (16). Assim que Camila chegou da escola, ela foi até a casa de um vizinho, que fica a poucos metros de onde ela mora com os pais, porque queria brincar com um colega. Algum tempo depois, a mãe foi chamar a filha para fazer o dever de escola, mas não encontrou a menina.

Vizinhos disseram que desde sexta-feira (12) haviam percebido a presença de um homem com comportamento suspeito no bairro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário